Dez Faixas no Faixa Seis.

Eis algumas das minhas faixas mais tocadas no last.fm. Perpetrarei comentários breves dessas ótimas músicas que eu gosto de recomendar pra Deus e o mundo. Aceite a dica por sua conta e risco.

  • Reste Là – Mademoiselle K: Ouvia compulsivamente em 2007. Meu fragmento favorito: ‘Souris la vie est bête, profite un peu mon vieux’ que significa mais ou menos ‘Sorria a vida é besta, aproveite um pouco meu velho’.

  • Tony the Beat – The Sounds: Acho que esse trecho da revista Rolling Stone basta: “The world can never have enough sexy Swedish synth-pop bands, that’s for sure. The Sounds know their way around a nasty beat, and they ride this one with more bounce to the ounce.”

  • Let Go – Frou Frou: Da primeira vez que a voz de Imogen Heap invadiu meus ouvidos através dessa música, senti uma familiaridade impressionante. Não fazia idéia de onde já tinha ouvido. Logo descubro que a dita cuja integra a trilha sonora de Garden State. Trilha de muito bom gosto que inclui, por exemplo: Coldplay, The Shins, Zero 7, Nick Drake, e um cover de Such Great Heights do The Postal Service tocada por Iron & Wine, que virou até trilha do comercial do M&M’s. Daí você tira.

  • Naive – The Kooks: Pode-se considerar a música mais afamada do The Kooks, uma das bandas em ascensão no cenário musical mundial e uma das mais queridas por mim. Naive virou o hit do verão britânico, com direito a cover de Lily Allen, levando o álbum “Inside In/Inside Out” aos mais tocados no Reino Unido. Um guilty pleasure de tão inofensiva que é. A banda fará um show dia 19 de junho no Via Funchal. Espero eu estar lá assistindo.

  • Nothing Better – The Postal Service: Indie Rock? Electropop? Não sei. Só sei que constitui em um delicioso projeto paralelo do Gibbard do Death Cab. Amo todas as músicas do álbum Give Up, mas essa ganha alguns milésimos na frente.

  • As Próximas Horas Serão Muito Boas – Cachorro Grande: Música de bar para encher a cara, pular muito e ser feliz. Poderia incluir Sexperienced, Hey Amigo, Você Não Sabe O Que Perdeu, Dia Perfeito, Lunático Mas tive que escolher uma só.

  • Menina-moça – Móveis Coloniais de Acaju: Grandes no nome, grandes na formação e grandes no talento. Essa ‘feijoada búlgara’ é um beat acelerado brasileiro de ótima qualidade. Como um liquidificador inteligente, eles se utilizam de uma infinidade de gêneros e ritmos sem, no entanto, exalar aquele ‘ecletismo’ premeditado. Uma ótima composição é Menina-moça.

  • Try – Macy Gray: Para quem gosta de soul e comédia romântica. Clássica.

  • Amor Retrô – Os Dissonantes: Uma das provas de que Curitiba é um baita celeiro do rock’n’roll. Remonta Beatles e Jovem Guarda. Rock retrô, puro e simplesmente.

  • Act Of the Apostle II – Belle & Sebastian: Banda indie pop escocesa com sete integrantes (sim, sete) com reconhecimento consolidado ao longo de mais de dez anos de carreira. O Belle & Sebastian tem uma discografia bem vasta, o que torna difícil o trabalho de indicar apenas uma música. Mas Act Of the Apostle II é mais do que digna.

2 Comentários

Arquivado em Uncategorized

2 Respostas para “Dez Faixas no Faixa Seis.

  1. daniel

    bem legais as resenhas… também mantenho um blog pra falar de música, mas de maneira meio “indireta”. Aparece lá (com o perdão do jabá (e da rima))…

  2. romitelli

    Putz, animal o post, lari!

    Curti o modelo e as músicas.

    Beijocas

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s