Feliz ano novo?

2008 finalmente terminou alguns dias atrás, junto com mais uma temporada musical. Abracei o cliché dos clichés de fim de ano e resolvi fazer uma lista, um recap, um resumo do que vi de melhor, pior e mais algumas categorias aleatórias no ano que passou.

Melhor Album: escolha difícil, mas o requentado Live at Gdansk bate o novo disco do Metallica e o popzinho ensolarado do Rodrigo Amarante.

Pior Album
: mais difícil ainda, com tanto lixo que tem aflorado recentemente. Vem-me à cabeça coisas como Jonas Brothers, Fall Out Boy ou até mesmo o horroroso Rise and Fall do Offspring. Mas leva a caneca o One of the Boys, da quero-demais-ser-lésbica Katy Perry, pelo fator irritabilidade.

Melhor Banda
: me assusta como o Radiohead consegue traçar uma carreira tão notável e acertada. Mesmo sem gravar nada em 2008, os caras continuaram no topo das paradas, mamaram no sucesso do lançamento não-ortodoxo do In Rainbows e agora se preparam para tocar em dois antecipadíssimos shows aqui mesmo na Pindorama.

Pior Banda
: alguém tem dúvida que é o Bloc Party? Depois de passar vexame no VMB, por tocarem bebaços um descaradíssimo playback digno do Domingão do Faustão, resolveram tomar vergonha na cara, realmente se apresentar no Planeta Terra e, hey, foi uma bosta.

Revelação
: Os caras do Noah and the Whale, com o ótimo Peaceful, the World Lays me Down. Recomendadíssimo.


Decepção
: Day & Age. (Cara, eu realmente esperava mais do Killers)


Plágio do Ano: Mwaha-ha, o Coldplay leva o troféu duplo: plágio e cara de pau. Depois de literalmente COPIAR a música do coitado do Joe Satriani os caras foram lá e negaram tudo, mesmo as duas faixas sendo idênticas.

Maior Pedófilo
: Não me venham com desculpas; 14 anos de diferença é fodida em qualquer idade. Tudo bem, ninguém se importaria com uma velhinha de 70 que fosse casada com um cara de 84, mas não é o caso aqui. Pô, Camelão, com tanta mulher nesse mundo.. é o mesmo que eu sair com uma de 5!
R.I.P.
: Rick Wright, ex-Pink Floyd.

Pior lançamento que todo mundo já tinha ouvido (e trucidado)
: Depois de, o que, 33 anos, o Chinese Democracy é lançado oficialmente. Para a surpresa de todos, foi uma bosta (ha..ha).

Sample mais bizarro
: Nx Zero e Túlido Dek (whothefuck?) roubam uma linhazinha de Mood For a Day, do Yes, para criar uma verdadeira pérola musical. Tenho pena do Steve Howe.

Colaboração mais inusitada: Jack White se junta com Alicia Keys depois da música de Amy Winehouse ser rejeitada por sua condição.. instável.

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s