Ja-ja-jazzz: John Coltrane – Giant Steps

Depois de um vergonhoso tempo sem postar neste blog, queridos irmãos, apresento-lhes um dos discos que tem assombrado minhas últimas semanas. Sim, confesso, ando meio negão esses dias; e não é de ouvir Kanye West.

Considerado como um dos melhores albuns do chamado “hard bop”, gênero que une a rapidez do bebop com influências do blues, do gospel e do r&b, Giant Steps, de ninguém menos que John Coltrane, é um notável exemplo de virtuosismo no jazz. As músicas, todas elas compostas por Coltrane, são marcadas por impecáveis e longas improvisações, sem que isso, no entanto, comprometa a forte melodia presente em todo o disco.

Tem-se uma boa noção do que será a experiência desde a faixa-título, dona dos primeiros minutos do cd. O solo de saxophone, um dos mais famosos do gênero, contrasta seus arpejos velozes com a suavidade de Cousin Mary, a track seguinte. Frenética mesmo é Countdown, que já beira o free-jazz explorado pelo músico em seus albuns posteriores. Já Mr. PC tem um swing irresistível, comandado por uma afiadíssima bateria.

Ótimo aperitivo para os iniciantes e os já iniciados. Que venha mais.

John Coltrane – Giant Steps (1960)
Rating: 4 de 5 mouth-pieces desgastadas.

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s