Bowie e suas aranhas de marte…

David Bowie…

O grande camaleão da música, ícone andrógeno, autoproclamado “homem-esponja” capaz de absorver as mais variadas influências, saxofonista, bissexual, ator. Quantas definições, rótulos e tentativas frustadas de definir o imprevisível Bowie. E assim que se chega ao seu album maís profundo, esse sim sua verdadeira definição.
Ziggy Stardust.

Ziggy Stardust and the Spiders From Mars. Surpreendendo todos e assumindo claramente a teatralidade de sua música, Bowie cria um album tão pessoal quanto profético, fantasiando fantasiado, encarnando , fazendo o ouvinte se sentir imerso nesse épico (sim, épico, nada melhor pra definir a grandeza de suas músicas).

Abrindo com a excelente “Five years”, pode-se afundar no clima apocalítico e desesperador, mostrando quão facil e clara é a facilidade com que Bowie influencia seu público, em seguida aprecia-se “Soul Love”, com uma letra sincera que apresenta a mais clara e inocente definição de amor. Provavelmente a melhor sequência de abertura possível colocando o ouvinte no clima do que está por vir. Bowie conduz uma viagem profunda, e muito interessante, tanto em sua técnica, com músicas complexas e bem compostas letras igualmente bem feitas, tornando a experiência de ouví-lo única. Afinal, quem nunca ouviu “Starman”? Mesmo que na nossa versão nacional (igualmente bem produzida) pode-se perceber a qualidade de sua música no ritmo de “O astronauta de mármore”(fenômeno nos videokês) .

Recomendado, obviamente. Principalmente para se entender “Rock’n Roll Suicide”, a faixa final e o ápice da poesia musical de Bowie, sua obra-prima, surpreendendo e agradando por sua evolução, uma deliciosa balada que começa somente voz e violão para atingir uma ópera-rock delirante.

“Oh no love, you’re not alone…”

David Bowie – The Rise and Fall of Ziggy Stardust and The Spiders From Mars(1972)
Rating:
5 de 5 fuck’s de Tony Montana

Clique na capa para fazer o download!

E por diversão, a versão “voz, violão e português” desse disco executada por Seu Jorge na trilha sonora do filme “The Life Aquatic with Steve Zissou”. Apesar da melodia manter-se a mesma, Seu Jorge varia a temática das letras, deixando de traduzí-las ao pé da letra.

Seu Jorge – The Life Aquatic Studio Sessions
Rating: 3,25 de 5 filmes que não assisti, mas conheço a trilha sonora

Clique na capa para fazer o download!

2 Comentários

Arquivado em David Bowie, Seu Jorge

2 Respostas para “Bowie e suas aranhas de marte…

  1. Iran Ribas

    Vithus, em seu primeiro post,

    demonstrou que é um “faixa seis”.

    Excelente!

  2. Eduardo Romitelli

    Me interessou…

    Vou baixar😛

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s