MuteMath

Alguns meses atrás, assistindo meu queridíssimo Late Show with David Letterman, tive uma agradável surpresa músical.

Uma banda da qual nunca ouvira falar tomaria, em breve, o palco. Por costume, simplesmente ignorei o nome e decidi mudar de canal. O vocalista, no entanto, deteve-me. Além de ser um tanto excêntrico, empunhava uma keytar chamativa. Para os desinformados, trata-se de um teclado em forma de guitarra. Sim, muito brega.

O que começou como curiosidade pelo ridículo rapidamente se transformou em curiosidade instrumental. Resumidamente, os caras do MuteMath destruíram.

Depois de um sucesso alarmante em sites como MySpace e PureVolume, sua passagem ao mainstream foi efetuado com o lançamento oficial de seu album de estréia, homônimo à banda. Ou seja, uma trajetória similar às de bandas como Arctic Monkeys e Bloc Party.

O som que eles produzem, entretanto, é consideravelmente diferente. Usam e abusam de sintetizadores, fraseados de teclado e elementos de ambient. Em alguns momentos, como na ridicularmente viciante Typical, é impossível não lembrar do U2 e seus derivados. Não fosse o vocalista, poderia ser facilmente confundida como uma track do Keane. O vocal, alias, é um dos diferenciais da banda. Soberbo e heterogêneo, ora é discreto e suave ora soa bizarramente semelhante ao Sting, sobretudo na faixa You Are Mine.

O restante do CD é composto por um retalho de influências musicais. Radiohead assombra o disco quase como um todo, mais explicitamente em Obsolete e Stall Out. Outras, como Picture, poderiam ser frutos de um trabalho mais experimental do Coldplay. Noticed tem uma fungada de Bravery. Por fim, Polite, Collapse e After we Left our Homes, as três curtas e instrumentais, dão um toque mais exótico e psicodélico ao album.

Visto como um todo, é uma obra de synth-rock interessante. Está longe da genialidade, até porque há algumas músicas um tanto amargas. Mas, para um cd de estréia, o MuteMath fez um puta de um trabalho. E não se engane: embora bebam de várias fontes, não são apenas cópias das bandas anteriormente citadas.

Vale ressaltar que eles, ao vivo, são absurdamente bombásticos.

MuteMath – MuteMath (2006)
Rating:
3,75 de 5 keytars brilhantes. (eeww…)

Download http://rs120.rapidshare.com/files/37831811/Mute_Math_-_Mute_Math__2006__AKB.rar

(Igor)

Deixe um comentário

Arquivado em MuteMath

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s